Arthur Schuler da Igreja, debate com o economista Affonso Celso Pastore sobre política no Brasil.

O economista, Affonso Celso Pastore, fala agora no Congresso Empresarial Paranaense. Segundo ele, o Brasil precisa começar a conter a despesas e corrigir distorções para voltar a crescer. “Precisamos tirar distorções como, por exemplo, o caso de um casal em que os dois trabalham e um morre. O outro passa a receber as duas previdências sociais. Casos assim vão gerando um sistema de benefícios que não é sustentável”.

No Congresso Empresarial Paranaense, o assessor econômico da Faciap, Arthur Schuler da Igreja, debate com o economista Affonso Celso Pastore sobre política no Brasil. O congresso é realizado pela Faciap até amanhã, em Foz do Iguaçu.

O Congresso Empresarial Paranaense vai até amanhã (01), em Foz do Iguaçu, no Recanto Cataratas Thermas Resort.

Este artigo foi publicado também no ACIAI.